segunda-feira, 12 de junho de 2017

Noites de Santo António

Hoje deu-me para isto - trovas a Santo António...
Quem quiser e tiver jeito, fica desde já convidado a acrescentar outras trovas a estas...


Ó noites de Santo António
Dos arquinhos e balões
Desejo de matrimónio
A pular nos corações!

Naquele tempo era certo
Qualquer jovem namorado
Que tivesse a moça por perto
Era casamento aprontado.

E elas, tontas de todo,
Em tudo acreditavam.
No dia seguinte, era o choro
Nunca mais os encontravam…

Iam chorar junto ao santo
Pedindo milagre d’amor
E com todo aquele encanto
Das moças cheias de dor

O santo casamenteiro
Prometia o que podia
Nem sempre sendo certeiro
O milagre que fazia…

Mas isto era antigamente
Nos tempos medievais
Agora é bem diferente
As moças sabem de mais…

As noites de Santo António
As novas noites de Lisboa
São levadas do demónio
Com vinho, sardinhas e broa!




21 comentários:

  1. Gostava tanto de participar nestas festas populares!!!

    Inspirada, a menina!!

    ResponderEliminar
  2. Santo António Coração d'ouro
    Não faltes ao prometido
    Eu te trago um tesouro
    Se me arranjas um marido

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um marido rechonchudo
      Belo, rico, se possível órfão
      Prometo tratar-lhe de tudo
      Mas da mãe? Ai isso não!!

      Beijinho.

      Eliminar
  3. Se me arranjas um marido
    diz a Elvira, com graça
    Ela que diz ter o melhor do mundo
    quer açambarcar todos os bons que há na praça?

    :))

    Por aqui, Graça, a Festa grande é pelo São João.
    Mas lá que sinto saudades das noites de Santo António
    passadas no Bairro dos Olivais, lá isso tenho e muitas.

    Beijinhos e bom Sto. António.


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem é que não sente saudades de Lisboa, Janita?!

      Então, bom São João!!

      Eliminar
  4. Nunca vi a não ser na TV, mas à uns anos assistia aos festejos aqui na Marinha Grande, mas este ano nem sequer lembrei que era Santo António.

    Beijinho imenso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também nunca liguei nenhuma! Só acho graça ao santo e à sua fama... Não sou dada a arraiais, nem confusões desse tipo.

      Beijinho luminoso!

      Eliminar
  5. Há para aí uma tua quadra
    que diz c´as moças sabem de mais…
    não sabem, contudo, as moças
    de como evitar seus ais

    De como evitar seus ais
    De como fugir a tormentos
    Juntam-se para fazerem casais
    Não alinham em casamentos

    Não alinham em casamentos
    Juntam-se para fazerem casais
    Passam enormes tormentos
    Essas moças não sabem de mais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai não sabem não senhor!
      Em nova são sempre tontas
      Entregam-se de cabeça ao amor
      E não há quem lhes segure as pontas...

      Eliminar
  6. A versão portuguesa do Cupido.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mitos muito bonitos que nos fazem sorrir o coração...

      Beijinho santantonino...

      Eliminar
  7. Nunca fui muito de Santos Populares, respeito. Ouvi dizer que a sardinha este ano está a 3,5€ a unidade, o que na minha lembrança do escudo são 700$00 :(((... está tudo doido !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também não! Não parece mas sou muito pouco dada a folias e a arraiais...

      Eliminar
  8. Hoje???!!!
    Mas os santos populares aparecem no teu motor de busca em muitas das tuas publicações!

    Por ser exigente, não escrevo poesia, nem mesmo de cariz popular...
    Porém não quero deixar de participar, pelo que, cito uma quadra - estribilho da marcha Lá Vai Lisboa - da autoria de Norberto de Araújo.

    «Lá vai Lisboa com a saia com de mar
    cada bairro é um noivo que com ela quer casar!
    Lá vai Lisboa com o seu arquinho e balão,
    Com cantiguinhas na boca e amor no coração!»

    Pressinto que andas com as tuas depressões estivais...
    Desejo que tenhas um dia alegre, terno e amoroso.

    ~~~ Beijinhos lisboetas ~~~
    ~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito fresca essa quadra, Majo! Muito bem escolhida!
      Eu também não me atrevo a escrever poesia. Pobre de mim, coitada... São apenas uns versinhos de rimar...

      Obrigada, minha querida! A Primavera e o início do verão são sempre uma dor de cabeça para mim. E cada vez me dou pior com o calor exagerado que tem feito...

      Beijinhos lisboetas...

      Eliminar
  9. Ainda não festejei o Santo António
    Mas belas quadras aqui vim encontrar!
    No blog da Graça Sampaio
    Há sempre belas partilhas pra nos encantar!!!
    Bj amigo e obrigada pela visita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu é que agradeço e muito a doce quadra.

      Beijinho.

      Eliminar
  10. Gostei muito do bom humor destas trovas :)

    ResponderEliminar
  11. Bem, parece que consegui comentar sem ter de provar que não sou um robô :)
    um beijinho e uma boa noite

    Gábi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uau, Gábi, que bom!!! Gosto de te ver aqui!

      Beijinho.

      Eliminar